PUBLICIDADE
Opiniões

Trailers e o Fim das Surpresas

14 de setembro de 2015, POR

O Super Nerd » Opiniões » Trailers e o Fim das Surpresas

PUBLICIDADE

Uma moda está instaurada: colocar os melhores, e antes secretos, momentos dos filmes em vários VÁRIOS trailers até a estréia. Algo que sempre aconteceu na indústria cinematográfica, hoje cria situações que ultrapassam os limites do exagero!

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Os trailers estão lá para vender o filme, mas exageradamente tiram toda a surpresa.

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Os trailers estão lá para vender o filme, mas exageradamente tiram toda a surpresa.

Ainda há quem lembre que, vários anos atrás, assistir a um filme era parecido com realizar uma escolha as cegas. Você sabia o nome do filme, conhecia alguns cartazes, sabia a sinopse através dos meios impressos e, com muita sorte, conseguia ver um raro comercial na televisão ou um trailer direto no cinema. Com raras informações, era certo: você não conhecia bem o filme. Em tempos pré-2000 – quando a internet começou a tomar forma por aqui – você só descobria a trama de fato enquanto a assistia.

Nessa época, você assistia a um filme, geralmente, por conta de uma indicação ou até mesmo curiosidade. Em todas as vezes, você se surpreendia. Veja bem… Embora fosse possível achar um filme ruim, era uma constante a sensação em todo filme de que o último assistido era o melhor que já tinha visto em toda vida. As histórias eram sempre novidades e contavam com uma grande surpresa, deixando o feeling de satisfação – por isso o conselho: se assistiu um filme antigamente que adorou, não assista novamente.

Mas… Os tempos mudam. Atualmente, com a disseminação da informação tudo acontece muito rápido e com muita frequência. Se você, diariamente, acompanhasse TODOS os portais que retratam sobre cultura nerd, teria a sua disposição centenas de notícias para ler por dia. Haja espaço para tanta informação em nossas mentes, “né não”!? É algo como: notícia de gravações, de bastidores, de acidentes, de eventos, de spoilers, de teorias, de sinopses, de enredos, de roteiros, de lançamentos, de acontecimentos, enfim, de tudo que for possível imaginar.

Para acompanhar e aproveitar esse tsunami de informações, as distribuidoras precisam se manter na mente de seus consumidores – o futuro público que paga a bilheteria. Dessa forma, o marketing precisa atuar a todo instante para que você, eu e todos nós, não nos esqueçamos do próximo filme que será lançado. Nesse ponto, as estratégias de marketing atuam como um herói ao mostrar porquê um filme vale a pena e a sua atenção. Porém, em alguns casos, as mesmas estratégias se transformam em um vilão que começa a ficar no pé e encher o saco.

É possível definir esse vilão como, principalmente, uma enxurrada de trailers que um filme recebe até que chegue o seu lançamento – lembra!? É preciso se manter na mente dos consumidores e a frequência de trailer ajuda para que assim seja. Bem… E você sabe… Geralmente, tudo começa com um teaser do teaser, que se transforma em um teaser, depois passa para um trailer, até que começa a sair teaser de cada personagem junto com vários comerciais televisivos, passando para mais um trailer, completando com um trailer internacional e, para finalizar, um trailer final antes do filme ser lançado de fato.

Estimasse que todas as imagens, advindas do material publicitário de um filme, resultam em 10 a 20 minutos da película – quase 18% da duração média dos filmes. O problema é que esses minutos não são em sequência – obviamente – e contam com partes fatiadas do longa metragem, correndo o risco de apresentar plots importantes, desfechos e até mesmo revelações que estragam toda a surpresa do enredo  como aconteceu com Exterminador do Futuro: Gênesis, Jurassic World e vários outros filmes nos últimos 3 anos.

Ultimamente, com tanta competição por espaço e “$$$” da bilheteria, é extremamente necessário apresentar algo que impacte diretamente o consumidor para que ele se torne efetivamente um espectador. Sendo assim, mostrar “aquilo que todo mundo quer ver” tem sido o melhor caminho. Entretanto, a popularização dos blockbusters está criando um processo onde todos os grandes momentos de um filme são transmitidos diretamente nos trailers. Somado a isso, as coisas começam a complicar quando “aquilo que todo mundo quer ver” é o ÚNICO segredo do enredo.

O que acontece a seguir? Bem… O filme não surpreende! Você pode gostar ou não, mas no fundo é como se você já tivesse visto tudo que foi apresentado e não encontra sequer uma cena que você não saiba e não tenha previsto. A experiência dentro de um filme se torna mais uma confirmação do que você já sabe e já viu, do que uma experiência surpreendente de fato. A situação agrava quando alguns dos trailers apresentam cenas que nem sequer estão presentes na película original, usadas apenas para “encher linguiça” e criar discussões pela internet, quebrando a expectativa criada – como aconteceu com o trailer de Vingadores: A Era de Ultron e o terceiro Hobbit.

Por falar em Vingadores: A Era de Ultron, o longa foi um dos mais criticados por adotar uma estratégia massiva de divulgar o máximo de material que fosse possível. O que resultou na possibilidade de prever exatamente todos os detalhes do filme, compreendendo como os eventos da trama iam suceder uns aos outros. Eu mesmo escrevi um artigo sobre fatos que aconteceriam em A Era de Ultron, conseguindo prever a maioria deles e ao final o filme acabou não surpreendendo.

Com esses e outros motivos, nos últimos meses, têm ficado evidente o quanto os trailers são capazes de influenciar e, inclusive, estragar a surpresa dentro da trama de um longa metragem. A experiência continua lá, é possível se empolgar com as imagens – quem não quer ver uma batalha da Hulkbuster vs. Hulk!? – mas se surpreender e ter a revelação de eventos como esse apenas nos cinemas!? JAMAIS.

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Imagine se você só descobrisse essa luta enquanto estivesse na sentado na sala do cinema!

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Imagine se você só descobrisse essa luta enquanto estivesse na sentado na sala do cinema!

Porém a situação não é fácil de lidar, o pensamento “basta apenas apresentar menos trailers” não funciona em uma sociedade tão veloz. E o motivo?! Um trailer que você vê hoje esquece em algumas semanas, e não é sua culpa. É um processo natural que acontece com todas as pessoas por estarem diante de tantas informações diariamente – o cérebro precisa dar um refresh, memorizar o mais importante, priorizando o assunto do momento.

Bater de frente com esse processo não é tão fácil quanto parece, a solução encontrada por Hollywood é apresentar muito material até a estréia. E cada um desses materiais precisam contar um elemento que exploda a cabeça de muita gente, seja: frases impactantes do enredo, batalhas, momentos… Você sabe… O que for necessário para chamar atenção. Uma bola de neve é criada e os melhores momentos do filme ficam todos dispersos em vários materiais de divulgação.

Eis o instante em que fica a questão crucial para os estúdios: deixar de divulgar uma grande quantidade de material, correndo o risco do filme cair em esquecimento, ou não?! Bem, os estúdios evitam os riscos. Assim é evidente: deixar de apresentar tantos trailers, cruciais para impactar o público, JAMAISResta agora esperar que, com as críticas do público, dos diretores e produtores, os estúdios saibam dosar as partes exibidas ao público, preservando as vitais à trama. Uma vez que deixar de ver os trailers… Acho que nenhum verdadeiro fã é capaz.

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "O Super Nerd" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade.

O Super Nerd

O Super Nerd

Completamente apaixonado e envolvido pelo mundo do entretenimento, da tecnologia e do conhecimento. This is a job for... Super Nerd!

PUBLICIDADE

comentários mais nerds do planeta

O Super Nerd disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade.

artigos relacionados

Send this to a friend