PUBLICIDADE
Opiniões

Por que não escreverei mais críticas de filmes?

12 de agosto de 2016, POR

O Super Nerd » Opiniões » Por que não escreverei mais críticas de filmes?

PUBLICIDADE

Você já parou para se perguntar o que é um filme? É muito simples responder, filme é uma obra cinematográfica. Mas, refletindo detalhadamente, filme qualifica-se como uma obra artística transmitindo ideias e expressões de arte, por tanto é uma arte. E como é possível criticar uma arte? Exatamente o que é preciso para qualificar se uma arte fez um “bom” trabalho ou não? É sobre isso se trata o artigo que lerá agora!

Tempos atrás, aqui mesmo nesse blog, fiz um artigo que visava ensinar a como tentar produzir uma critica coesa – que você pode ler aqui. Durante minha longa pesquisa, descobri que a maioria dos textos produzidos atualmente não chegam nem perto de ser uma verdadeira crítica. Grande parte das críticas modernas mal desconstroem a obra em avaliações das técnicas cinematográficas. Recentemente, depois das grandes promessas de 2016 e opiniões divididas, acrescentei aos meus pensamentos a seguinte questão: por que o ato criticar?

Lembra que na introdução deste artigo falei sobre filme ser uma arte? Arte, no geral, torna-se subjetiva para cada pessoa. Eu tenho experiências diferentes da que você tem, tal como carrego uma história diferente da sua e convivi com influências também diferentes das suas. Dessa forma, tal como qualquer arte que pode ser apreciada, um filme transmitirá sensações diferentes para mim e para você. Tais sensações irão refletir diretamente em nossas opiniões sobre o filme, que podem ser divergentes ou não.

Constantemente, a cada opinião que damos acabamos por alimentá-la utilizando de nossas experiências influenciada por nossos sentimentos. Isso significa que, no fundo, somos pessoas incapazes de avaliar uma obra com base em condições técnicas. Um crítico, mesmo que especializado, irá enxergar muito mais falhas em um filme que não gostou e não estava tão afim de ver, simplesmente devido as sensações que esse filme lhe causa. Isso significa que, mesmo havendo a existência de uma tentativa de apresentar imparcialidade, a parcialidade irá dominar sempre.

Por experiência própria posso dizer que, após assistir um filme, sempre me deparo com a tela em branco do editor e começo a colocar a avaliação do filme em palavras. É um processo realmente complicado e bem difícil. Há tanta coisa avaliar, mas tudo que precisa ser dito, muitas das vezes, não se encaixa com nenhuma avaliação técnica. Por mais que eu procure ir para o lado técnico e vise a imparcialidade, a experiência que eu tive com o filme sempre afeta o texto que estou produzindo. Experiência é a chave da equação, pois sei que, enquanto escrevo sobre minha experiência, todos meus leitores tem as suas próprias experiências e sou capaz de reconhecê-las.

No fim, filmes se resumem a experiências. Talvez seja por isso que, em tempos modernos, críticas não funcionem mais e se sobressaiam as opiniões. O ato de criticar não é valido no todo, pois sempre haverão os que amam, os que odeiam e os que são indiferentes. Cada um irá gostar da obra com a qual mais se conecta, seja ela boa ou não para os demais. Não é preciso denegrir uma obra, afinal, se tratando de arte, o que não funciona para mim pode funcionar perfeitamente para você.

Então, por qual motivo insistimos em procurar uma avaliação técnica para sustentar nossas experiências? Queremos padronizar algo que não pode ser padronizado: a arte. Eu, por exemplo, sou incapaz de criticar um filme que tanto amei como as Caças-Fantasmas, mas sou perfeitamente capaz de transmitir minha experiência com o filme e identificar para qual tipo de público esse filme é capaz de funcionar. E mesmo que eu não tivesse gostado de qualquer filme, depois de entender o quanto todo o elenco e equipe se dedicam tanto a um projeto, fica simplesmente difícil detonar uma obra que muitos possam ter gostado.

Para solucionar esse problema, a partir de hoje não estarei escrevendo mais criticas. Porém, ainda quero expor minha opinião para vocês, do que fui capaz de sentir com determinado filme, por este motivo estarei escrevendo “opináticas”. Onde narrarei sobre experiências, deixando de me posicionar de um ponto de vista técnico e me posicionando de um ponto de vista artístico, entrando no contexto na obra e sentindo as conexões entre seus elementos.

Opinática é um termo que eu próprio inventei, talvez não verá muito por aí, mas acredito que seja um significado mais válido para as mensagens que quero transmitir em meus textos sobre filmes daqui pra frente. A minha intenção não será mais criticá-los, mas refletir sobre a experiência que os filmes são capazes de causar. Opinática não é uma crítica, mas sim uma exposição da experiência reflexiva do filme, buscando compreendê-lo como bom ou não tão bom, não pelos erros ou acertos, mas pelo “feeling” que é capaz de transmitir nos minutos que se passam em tela.

Futuramente para uma inclusão no dicionário: opinática é um texto, de narrativa livre, cuja o objetivo é entender a experiência da obra escolhida e a visão dos autores. Não visando a avaliação técnica, a opinática serve como um medidor de experiência, apresentado de forma reflexiva colocando a opinião em evidência e narrando o que pode ou não funcionar para o público geral.

Então, caro leitor, agora já sabe! Daqui em diante, só escreverei opiniáticas e partiremos a um mundo cinematográfico menos agressivo.

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "O Super Nerd" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade.

O Super Nerd

O Super Nerd

Completamente apaixonado e envolvido pelo mundo do entretenimento, da tecnologia e do conhecimento. This is a job for... Super Nerd!

PUBLICIDADE

comentários mais nerds do planeta

O Super Nerd disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade.

artigos relacionados

Send this to a friend