PUBLICIDADE
Cinema

5 motivos para Thor: Ragnarok funcionar

4 de outubro de 2017, POR

O Super Nerd » Cinema » 5 motivos para Thor: Ragnarok funcionar

PUBLICIDADE

Thor: Ragnarok é o próximo lançamento da Marvel Studios. Marcado para estrear no Brasil dia 26 de Outubro de 2017. Com a expectativa de dar encerramento a trilogia do Thor, este que não foi um dos melhores personagens no universo Marvel dos cinemas, as coisas podem ser diferentes. Acompanhe os 5 motivos para Thor: Ragnarok funcionar e ser, possivelmente, a melhor de todas as aparições do Thor.

É inegável que os fãs sempre esperaram mais do Thor. Talvez Chris Hemsworth nem fosse realmente o cara certo, a não ser pela aparência. Não me refiro apenas a distância do Thor dos cinemas em relação ao personagem dos quadrinhos, como também o status quo genérico aplicado em seus filmes. Esses fatores acabaram contribuindo para uma certa descrença. Agora Thor: Ragnarok parte para explorar a aceitação. Aceitação de que a Marvel Studios é diferente, se conecta com um público mais família e não tem todo peso dramático em quaisquer um de seus filmes. Isso não é de todo ruim – em alguns casos. Thor: Ragnarok, inclusive, apresenta o trailer mais leve de todos da trilogia – com vários spoilers também.

Confesso que estou ansioso e ao mesmo tempo descrente. Depois de diversas notícias sobre o longa ter 80% do roteiro improvisado por Taika Waititi e de Thor se tornar cada vez mais um alívio cômico – principalmente em Vingadores: Guerras Infinitas. Não sobram muitas crenças de que o longa terá um peso nível Ragnarok. Parece que já se instaurou uma cisma que filmes de super-heróis não podem ter peso, apenas devem entreter. Mas, não vamos perder por completo todas as esperanças – pelo menos nesse artigo – vejamos agora, no todo, o que pode ser bom e o que pode até convencer o público em Thor: Ragnarok.

#1 É a Marvel Studios

Não é nenhuma novidade que o Universo Cinematográfico da Marvel é um dos maiores e mais bem planejados da indústria cinematográfica – fizeram história. Eles simplesmente criaram uma nova forma de fazer filmes e criar multi-franquias conectadas. O tipo de planejamento que até o momento ninguém conseguiu replicar, talvez por ser aquele tipo de coisa que qualquer um pode fazer, mas só existe um Kevin Feige no planeta – o que é bom e ruim ao mesmo tempo. Embora tenha seus erros e acertos, que variam conforme a opinião pessoal de cada um, a Marvel Studios sabe muito bem o que está construindo – até que ponto isso é verdade, descobriremos no próximo artigo.

Uma preparação como essa resulta em uma confiança maior do público em relação a cada novo filme lançado. Dessa forma, mesmo que os filmes do Thor não tenham sido os melhores, há muito ainda para mostrar do herói. Talvez só seja preciso aceitar essa adaptação e entender que esse Thor é completamente diferente do que esperamos em relação aos quadrinhos, mas talvez isso não seja de todo ruim. É de se esperar que estamos no momento em que a Marvel pode fazer a diferença e entregar um pouco do que os fãs realmente querem.

#2 A direção de arte conquista

Uma das coisas que mais chamou atenção sobre o filme é que o grande evento Ragnarok, no todo, é bem mais “colorido” do que esperado. A aceitação do espaço multi-colorido de Guardiões da Galáxia é replicada aqui. Quando o logotipo, os trailers e os materiais de divulgação foram sendo divulgados ficou muito claro que cor não é, necessariamente, um problema nesse filme. Ela está por toda parte. De certo modo, isso é bom.

Como resultado, existem algumas fotografias que podem ser épicas. Até o momento falta aos longas de super-heróis, incorporarem de fato uma fotografia mais para os quadrinhos – como Batman vs Superman fez muito bem. Já é possível notar isso nos trailers e, para o prazer de alguns, não se distância muito do Thor clássico dos anos 70 – como você pode ver abaixo. Talvez seja um pouco frustrante um evento devastador não contar com um clima tão sombrio, mas é de se esperar que fiquemos estasiados com pelo menos algumas das imagens que mantem a nossa atenção.

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Thor nos traços de Jack Kirby

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

O Thor, nos traços de Jack Kirby, ganhava um tom bem colorido. Algo que parece bastante com o que o filme tem apresentado em seu material de divulgação.

#3 A nova fase da Marvel nos Cinemas

Conforme os filmes da Marvel foram evoluindo, mais e mais distantes eles ficam da nossa Terra. Guardiões da Galáxia criou uma ponte enorme para uma equipe de “velhos” Guardiões, por exemplo. É certo dizer que, principalmente devido ao Thanos, a Marvel caminha para um universo muito mais espacial e cósmico do que de pé com a realidade – ao contrário das séries na Netflix. Thor: Ragnarok será essencial para mostrar o quanto o universo da Marvel é grande e conectar várias peças – seria bem interessante ver referências aos Guardiões, inclusive. É bem plausível, também, que após Vingadores: Guerras Infinitas o caminho seja bem diferente desses 10 anos de Marvel Studios, com novos personagens e novas histórias focando em aventuras cósmicas.

#4 O Thor que os fãs esperam

Sejamos sinceros, igual aos quadrinhos é bem improvável. Mas aquele Thor, Deus do Trovão, pode finalmente chegar ao seu ápice em Ragnarok. Embora, eu acredite que o elmo será algo tão temporário quanto a batalha entre o Thor e o Hulk, esse pequeno detalhe é algo que já traz uma diferença interessante para os fãs do herói. Mas, de todos, um detalhe chama atenção durante o trailer e acredito que possa ser fenomenal… ao que parece, é uma das primeiras vezes que vamos ver de fato Thor manipulando um trovão que entra através de seu corpo e lhe dá energia.

#5 O melhor filme do Thor?!

Thor e Thor: O Mundo Sombrio não são, nem de longe, os melhores filmes da Marvel. São normais tanto quanto quaisquer outros. Inclusive é bem plausível que você não se lembre de grande parte dos arcos que eles apresentavam. Isso acontece, talvez, porque os filmes sejam genéricos demais em relação a massa dos filmes da Marvel Studios. Thor: Ragnarok é o momento para fazer a diferença. A Marvel Studios sabe os quais foram os erros cometidos, nada como encerrar uma trilogia com tudo que os fãs precisam.

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "O Super Nerd" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade.

O Super Nerd

O Super Nerd

Completamente apaixonado e envolvido pelo mundo do entretenimento, da tecnologia e do conhecimento. This is a job for... Super Nerd!

PUBLICIDADE

comentários mais nerds do planeta

O Super Nerd disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade.

ARTIGO ANTERIOR

PRÓXIMO ARTIGO

artigos relacionados

Send this to a friend